terça-feira, 17 de junho de 2008

No último sábado, enquanto eu assistia pela primeira vez, "La Dolce Vita", meu Pai me perguntou se já havia passado a cena de Marcelo Mastroianni ( que voz...) e Anita Ekberg (quanta fartura...) no famoso banho na Fontana. Achei o filme atualíssimo, tanto que estranhei o fato dele estar em preto e branco...Mostra a decadência de uma high society vazia e imoral. O coitado do Marcello queria ser escritor e acaba completamente envolvido pela modo frívolo de viver daquela época, cuja falta de sentido faz seu amigo- a quem Marcelo nutria inveja pela vida, aparentemente, perfeita- se suicidar e assassinar os próprios filhos. Também me chamou a atenção os fotógrafos parecerem abutres a clicar os famosos, e soube depois que vem deste filme a expressão "paparazzi", já que um dos fotógrafos é "Paparazzo",amigo de Marcelo. O final é triste- por sinal, o filme é beem longo- à beira mar,com um "monstro" morto. Parece que o fim da "doce vida" é amargo...

Um comentário:

Eu disse...

No mesmo esquema tem um outro ótimo filme: "a noite" de Antonione, também com Marcello Mastroianni. Recomendo.